China, chuvas, enchentes, a hidrelética de Três Gargantas e o aquecimento global. Bolsonaro e Argentina. Ministro Tarcísio e o Ferrogrão. E outras notas breves.

Notícias exibem cenas dramáticas sucedidas em território chinês após a tempestade torrencial que desabou no país do Bruce Lee. E dá-se a conhecer que a precipitação de água desta vez superou todas as expectativas. Foi um volume tão grande de água que o fenômeno pode ser comparado a um dilúvio. Há quem pense que não é inteiramente correto atribuir à chuva inesperada a catástrofe que se abateu sobre a China, pois suspeita-se que a causa da tragédia deve-se à frágil estrutura das hidrelétricas situadas em território chinês. E avizinha-se dos chineses uma tragédia cataclísmica, suspeitam estudiosos; é o que se lê nos artigos “O rompimento da hidrelética das Três Gargantas na China irá causar uma calamidade global.”, de Renato Cunha, publicado, dia 12/05/2021, no site Stylourbano, e “Barragem pode se romper a qualquer momento na China (Exército)”, publicado, sem nome do autor, no site do Estado de Minas, dia 20/07/2021.

No primeiro artigo aqui mencionado, informa o autor, evocando recentes fatos histórios sucedidos na China desde há um pouco mais de vinte anos, que a construção da hidrelétrica de Yangtsé está envolta de suspeitas de corrupção desde a apresentação do seu projeto pelo governo chinês e é tal obra faraônica uma peça de propaganda do governo chinês, comunista. E o risco de um rompimento da barragem não pode ser descartado. No segundo artigo acima mencionado, fala-se do rompimento da barragem de Luoyang. Não podemos, sabemos, confiar nas palavras do governo chinês, cuja desonestidade é proverbial – nada que nos surpreenda, afinal é o governo chinês comunista.

A tempestade que ora atinge a China vem bem a calhar para o governo chinês e para os ambientalistas alarmistas. Sendo verdadeira a história da fragilidade da hidrelétrica das Três Gargantas, o resultado será uma catástrofe apocalíptica, com milhões – fala-se em centenas de milhões – de chineses mortos. E o governo da China já estaria a criar um bode expiatório, eximindo-se de suas responsabilidades: o aquecimento global, que, alterando significativamente o clima terrestre, causou a tragédia. E os ambientalistas alarmistas, xiitas, comunistas verdes (diria Luís Dufaur), estão prontos para sacar as suas armas retóricas para condenar os seres humanos, para eles o câncer da Terra, e exigir dos estados nacionais submissão à uma agenda global de combate ao aquecimento global de origem antropocêntrica chancelada por uma organização mundial, que a todos os povos do mundo irá impor, em nome do bem da Terra, uma política totalitária, que engendrará miséria inimaginável e mortes incalculáveis.

*

O presidente Jair Messias Bolsonaro publicou, hoje, em sua página no Facebook, um vídeo. Vídeo que apresenta o testemunho de um argentino, que não tem seu rosto exibido, acerca do que se passa na Argentina. E o presidente Jair Messias Bolsonaro, na sequência, fala de uma conversa sua com Maurício Macri, antecessor de Alberto Fernandez na cadeira da Casa Rosada, e do alerta que vem fazendo desde há dois anos, a de que retormando o poder as esquerdas o Brasil viverá o inferno na Terra, e falou da crise econômica e social argentina, e, evocando o exemplo dos venezuelanos que migram para o norte do Brasil, do fluxo migratório de argentinos para o sul do Brasil. Falou um pouco do Voto Impresso, de sua importância, inprescindível para o bom andamento das eleições brasileiras, e de um ministro do STF, Luis Roberto Barroso, e de Lula, sem deste citar o nome. E repetiu uma de suas costumeiras frases, a que diz que ele, presidente Jair Messias Bolsonaro, joga dentro das quatro linhas da Constituição.

*

O ministro da Infra-estrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, bate-se contra ambientalistas militantes, informa Fábio Matos, no artigo “Tarcísio volta a defender o Ferrogrão e afirma que ativistas não conhecem o projeto.”, publicado, dia 20/07/2021, no site da Revista Oeste.Critica, e duramente, com as suas civilidade e pacatez costumeiras, o já lendário ministro da Infraestrutura, galardoado pelos brasileiros com um apelido carinhoso, Tarcísio do Asfalto, os ativistas ambientalistas que, não se contentando em defender a natureza, almejam emperrar a construção de obras benéficas aos humanos. É o Ferrogrão extensa linha ferroviária de mais de novecentos quilômetros, que vai de Sinop, Mato Grosso, até Itaituba, Pará, no porto de Miritituba, às margens do Rio Tapajós. Escoará a produção de grãos do Centro-Oeste, pela BR-163, que recebe obras de melhoria, até o Pará.

Há um imbróglo no projeto do Ferrogrão. Envolve a legenda do Psol, e o ministro do STF Alexandre de Moraes, e o Governo Federal, além de outros personagens; e diz respeito ao Parque Nacional do Jamanxim, no Pará.

O projeto contará com conexões de ferrovia, hidrovia e portos, e elimina a dependência que têm da malha rodoviária os produtores de grãos. Trará muitos ganhos para o agronegócio brasileiro, e para o Brasil como um todo.

Li, há pouco, um artigo, “Escoamento de Grãos de MT para o porto de Miritituba- PA deve crescer 20% em 2021”, escrito por Luiz Patroni, publicado, no blog Canal Rural, dia 04/01/2021. Traz importantes informações.

*

Fernando Vaismann, sob o codnome Bituka du Bronx, manifesta a desconfiança que nutre por Abraham Weintraub, Daniel Silveira, Oswaldo Eustáquio, e por deputados federais que, recém-eleitos, excurcionaram pela China, ciceroneados por atenciosos e prestativos guias turísticos de olhos puxados, e por Janaína Paschoal, deputada estadual por São Paulo. Muitos brasileiros, em especial os bolsonaristas, até hoje não engoliram as desculpas que os patriotas deputados federais apresentaram ao se verem de calças arriadas. Para não poucos são as desculpas esfarrapadas. E os bolsonaristas, com uma pulga atrás da orelha, os fitamos com o canto dos olhos, um pé para trás.

*

Neto Curvina publica uma informação que dá o que falar e deixa a todos de cabelos em pé. Diz ele que se dissemina pelos quatro cantos do planeta uma idéia do balacobaco: agências de notícias informam que com o fim das restrições à movimentação econômica e ao livre exercício de atividades públicas dos indivíduos, aumentar-se-á o efeito estufa, automaticamente avolumando-se, e perigosamente, os ingredientes que favorecem o aquecimento global. Aqui, dá-se como certo que o fenômeno cataclísmico que profetizam os ambientalistas fanáticos tem sua origem na atividade econômica humana, pior, na existência do ser humano.

No ano passado, li reportagem que informava que as quarentenas e os lockdowns haviam beneficiado a natureza; que os rios e o ar e o mar estavam menos poluídos. Na ocasião cocei a cabeça, intrigado. Agora, à insinuação de que a retomada das atividades econômicas redundará em prejuízo à Terra, percebo que cocei, e com razão, a cabeça, a pensar com os meus botões. Inserindo tal detalhe, a informação dada por Neto Curvina, num cenário, percebe-se que se está a preparar os homens para a aceitação de medidas de restrição econômica, em nome do bem das tartarugas marinhas, dos ursos polares e dos ursos pandas, e da Terra, a mãe Gaia, como um todo, medidas que erguerão uma civilização mais humanitária porque menos populosa, quase desabitada. É difícil equacionar a questão ambiental. É o homem um personagem da Terra. E muitos ambientalistas desdobram-se com seriedade ímpar no estudo da questão ambiental; infelizmente, são os inescrupulosos que, barulhentos, estão sob os holofotes.

*

Nicolas Carvalho de Oliveira, na sua página do Facebook, hoje, dia 23, tece comentários percucientes a respeito da mentalidade dos conservadores, mentalidade com trinta anos de obsolescência. Estão os conservadores cegos para as questões atuais, prementes, dentre outras a conexão deletéria entre capitalismo de consumo e marxismo cultural, a guerra espacial, e a ditadura das High-Tech. Está com a razão Nicolas ao apontar o consumismo e o entretenimento hedonista como sustentáculos do despotismo dos Estados.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Polifonia Literária

Um espaço voltado para o desenvolvimento criativo de textos literários.

divinoleitao.in

Rede pessoal de Divino Leitão.

Reflexões para os dias finais

Pensamentos, reflexões, observações sobre o mundo e o tempo.

PERSPECTIVA ONLINE

"LA PERSPECTIVA, SI ES REAL, EXIGE LA MULTIPLICIDAD" (JULIÁN MARÍAS)

Pensei e escrevi aqui

— Porque nós somos aleatórias —

On fairy-stories

Fantasia, Faërie e J.R.R. Tolkien

DIÁRIO DE UM LINGUISTA

Um blog sobre língua e outros assuntos

Brasil de Longe

O Brasil visto do exterior

Cultus Deorum Brasil

Tudo sobre o Cultus Deorum Romanorum, a Antiga Religião Tradicional Romana.

Carlos Eduardo Novaes

Crônicas e outras literatices

Coquetel Kuleshov

um site sobre cinema, cinema e, talvez, tv

Leituras do Ano

E o que elas me fazem pensar.

Leonardo Faccioni | Libertas virorum fortium pectora acuit

Arca de considerações epistemológicas e ponderações quotidianas sob o prisma das liberdades tradicionais, em busca de ordem, verdade e justiça.

Admirável Leitura

Ler torna a vida bela

LER É UM VÍCIO

PARA QUEM É VICIADO EM LEITURA

Por Yla Meu Blog

Escritora ○ Poetisa ○ Romancista ○ Lírica

Velho General

História Militar, Geopolítica, Defesa e Segurança

Espiritualidade Ortodoxa

Espiritualidade Ortodoxa

Entre Dois Mundos

Página dedicada ao livro Entre Dois Mundos.

Olhares do Mundo

Este blog publica reportagens produzidas por alunos de Jornalismo da Universidade Mackenzie para a disciplina "Jornalismo e a Política Internacional".

Bios Theoretikos

Rascunho de uma vida intelectual

O Recanto de Richard Foxe

Ciência, esoterismo, religião e história sem dogmas e sem censuras.

.

.

Prosas e Cafés

(...) tudo bem acordar, escovar os dentes, tomar um café e continuar - Caio Fernando Abreu

OLAVO PASCUCCI

O pensamento vivo e pulsante de Olavo Pascucci

Clássicos Traduzidos

Em busca das melhores traduções dos clássicos da literatura

Ensaios e Notas

artes, humanidades e ciências sociais

Minhas traduções poéticas

Site de tradução de poesias e de letras de música

Além do Roteiro

Confira o podcast Além do Roteiro no Spotify!

Farofa Filosófica

Ciências Humanas em debate: conteúdo para descascar abacaxis...

Humanidade em Cena

Reflexões sobre a vida a partir do cinema e do entretenimento em geral

resistenciaantisocialismo

Na luta contra o câncer da civilização!

História e crítica cultural

"Cada momento, vivido à vista de Deus, pode trazer uma decisão inesperada" (Dietrich Bonhoeffer)

Devaneios Irrelevantes

Reflexões desimportantes de mais um na multidão com tempo livre e sensações estranhas

Enlaces Literários

Onde um conto sempre puxa o outro!

Ventilador de Verdades

O ventilador sopra as verdades que você tem medo de sentir.

%d blogueiros gostam disto: