Bolsonaro, o salvador do mundo, evita a terceira guerra mundial.

Ricardo Salles, ex-ministro do Meio Ambiente do governo Bolsonaro, homem que, durante suas ingentes tarefas – hercúleas, dir-se-ia -, evitou a extinção das girafas amazônicas (e de outros animais – que não receberam a devida atenção dos ambientalistas – tipicamente amazônicos, tais como cangurus, ursos-panda, bisões e linces), a inspirá-lo suas proverbiais sabedoria e perspicácia intelectual de primeira grandeza, irrivalizada, reconhece a preeminência da arte política internacional de Jair Messias Bolsonaro, presidente do Brasil. Antes de qualquer outra pessoa, aqui, no Brasil, e em qualquer outro país, entendeu ele que o excelentíssimo presidente brasileiro evitou, com a sua viagem ao país dos eslavos, uma guerra mundial, a terceira, que iria, se eclodisse, dizimar a espécie humana, e, talvez, e não é exagero pensar, cortaria ao Terra ao meio. É tão admirável a grandeza intelectual do ex-ministro que os anti-bolsonaristas, invejosos, a atormentar-lhes a incomparável sutileza dele, decidiram, em peso, num ataque aparentemente coordenado, disparar-lhe críticas contundentes, para ferir-lhe o ego, e destruir-lhe a reputação de homem íntegro, e exibir suposta falsidade da avaliação penentrante e certeira que ele fizera das alvissareiras consequências da ação política do presidente Jair Messias Bolsonaro, que, de tão poderoso, fez curvar-se diante de si Vladimir Putin, o tzar russo.


O presidente Jair Messias Bolsonaro telefonou para o líder russo, o manda-chuva siberiano, e disparou-lhe à queima-roupa, com a autoridade que seu nome impõe: “Vladimir, deixe de frescura, taoquei!? Que história é esta de guerra!? Deixe de lorota. A Rússia é um país muito grande. Por que você vai querer mais terra, ô, homem de Deus! Pegue uma enxada, e vá capinar a Sibéria.” E seu congênere da terra do gelo, intimidado, respondeu: “Sim, senhor Bomnosaro. Sim, senhor. Já encomendei a enxada. E já mandei as tropas sob minhas ordens se afastarem da Ucrânia.” Diante de palavras tão meigas e pacíficas, o presidente brasileiro anunciou: “Ô, Vladimir, estou, aqui em Moscou, desembarcando do avião. Desmarque todos os seus compromissos. Arrume a mesa, aí, no Kremlin, para tomarmos um cafezinho. Estou levando, além do café, uma delícia que só o Brasil tem: jabuticaba.” E o presidente russo, lambendo os beiços, agradeceu: “Obrigado, senhor Bomnosaro. Obrigado. Muito obrigado. O senhor também trouxe, de Minas, pão-de-queijo?” “Sim, Vladimir, sim. E eu esqueceria?! Prepare a mesa, Vladimir, prepare a mesa. Vamos encher o bucho, taoquei!?”


E foi assim que o presidente Jair Messias Bolsonaro evitou a terceira guerra mundial. Que a Academia Sueca dê ao presidente brasileiro o Nobel da Paz, neste ano de 2.022.

Publicidade

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Polifonia Literária

Um espaço voltado para o desenvolvimento criativo de textos literários.

divinoleitao.in

Rede pessoal de Divino Leitão.

Reflexões para os dias finais

Pensamentos, reflexões, observações sobre o mundo e o tempo.

PERSPECTIVA ONLINE

"LA PERSPECTIVA, SI ES REAL, EXIGE LA MULTIPLICIDAD" (JULIÁN MARÍAS)

Pensei e escrevi aqui

— Porque nós somos aleatórias —

On fairy-stories

Fantasia, Faërie e J.R.R. Tolkien

DIÁRIO DE UM LINGUISTA

Um blog sobre língua e outros assuntos

Brasil de Longe

O Brasil visto do exterior

Cultus Deorum Brasil

Tudo sobre o Cultus Deorum Romanorum, a Antiga Religião Tradicional Romana.

Carlos Eduardo Novaes

Crônicas e outras literatices

Coquetel Kuleshov

um site sobre cinema, cinema e, talvez, tv

Leituras do Ano

E o que elas me fazem pensar.

Leonardo Faccioni | Libertas virorum fortium pectora acuit

Arca de considerações epistemológicas e ponderações quotidianas sob o prisma das liberdades tradicionais, em busca de ordem, verdade e justiça.

Admirável Leitura

Ler torna a vida bela

LER É UM VÍCIO

PARA QUEM É VICIADO EM LEITURA

Por Yla Meu Blog

Escritora ○ Poetisa ○ Romancista ○ Lírica

Velho General

História Militar, Geopolítica, Defesa e Segurança

Espiritualidade Ortodoxa

Espiritualidade Ortodoxa

Entre Dois Mundos

Página dedicada ao livro Entre Dois Mundos.

Olhares do Mundo

Este blog publica reportagens produzidas por alunos de Jornalismo da Universidade Mackenzie para a disciplina "Jornalismo e a Política Internacional".

Bios Theoretikos

Rascunho de uma vida intelectual

O Recanto de Richard Foxe

Ciência, esoterismo, religião e história sem dogmas e sem censuras.

.

.

Prosas e Cafés

(...) tudo bem acordar, escovar os dentes, tomar um café e continuar - Caio Fernando Abreu

OLAVO PASCUCCI

O pensamento vivo e pulsante de Olavo Pascucci

Clássicos Traduzidos

Em busca das melhores traduções dos clássicos da literatura

Ensaios e Notas

artes, humanidades e ciências sociais

Minhas traduções poéticas

Site de tradução de poesias e de letras de música

Além do Roteiro

Confira o podcast Além do Roteiro no Spotify!

Farofa Filosófica

Ciências Humanas em debate: conteúdo para descascar abacaxis...

Humanidade em Cena

Reflexões sobre a vida a partir do cinema e do entretenimento em geral

resistenciaantisocialismo

Na luta contra o câncer da civilização!

História e crítica cultural

"Cada momento, vivido à vista de Deus, pode trazer uma decisão inesperada" (Dietrich Bonhoeffer)

Devaneios Irrelevantes

Reflexões desimportantes de mais um na multidão com tempo livre e sensações estranhas

Enlaces Literários

Onde um conto sempre puxa o outro!

Ventilador de Verdades

O ventilador sopra as verdades que você tem medo de sentir.

%d blogueiros gostam disto: