Tatu Bola e Taco de Baseball enfrentam Massa Bruta – parte 8 de 8

Capítulo 8

A luta do século

Round 4

Nocaute

Tatu-Bola sugou a energia do solo, das plantas e das árvores, que definhavam. Tinha Tatu-Bola o dobro das suas dimensões originais.

E em pé Tatu-Bola acenou para Taco de Baseball.

Durante esse meio tempo, Massa Bruta tentou desvencilhar-se dos tentáculos que, presos aos pés dele, o mantinham sobre a plataforma flutuante. Urrava de raiva. Ameaçava os seus oponentes:

– Matarei vocês, vermes! Sou Massa Bruta, o Conquistador! Reduzirei vocês a pó! Sou Massa Bruta, o Esmagador!

Seus berros percorreram toda a cidade de São Paulo. Chegaram aos ouvidos de milhões de pessoas. Pareceu a muita gente que Massa Bruta estava anunciando o apocalipse.

Com a sua força descomunal, Massa Bruta arrancou de si alguns tentáculos, e arremessou-os longe. Os tentáculos arremessados por ele, contorcendo-se, regressaram ao planador, do qual destacaram-se outros tentáculos, que se enrodilharam aos pés e às pernas de Massa Bruta, impedindo-o de livrar-se do planador. E exacerbava-se a fúria de Massa Bruta, que usou de todas as suas forças para desvencilhar-se dos tentáculos.

Taco de Baseball segurou o taco de baseball com as duas mãos, e para ele transferiu toda a energia da armadura. Alterou-se a aparência do taco de baseball, cujas dimensões ampliaram-se, e cujo formato, modificando-se, adquiriu o de placa, e encompridou-se, conservados o formato e as dimensões originais da empunhadura.

E o taco de baseball cintilou. Emitiu brilho azul-dourado.

Do chão, Tatu-Bola, com prodigiosa força dos músculos das pernas, saltou, para um ponto entre Taco de Baseball e Massa Bruta. Do prédio, Taco de Baseball, o taco em punho, saltou. Os movimentos dos dois heróis, sincronizados.

Massa Bruta não tomou conhecimento dos movimentos dos seus oponentes.

Assim que se aproximou de Tatu-Bola, que se convertera em uma imensa esfera acobreada, Taco de Baseball golpeou-o com o taco de baseball, com força imensurável, provocando uma onda de energia, que destruiu tudo num raio de cem metros. E Taco de Baseball foi arremessado para trás, contra um prédio, e Tatu-Bola rumou, em direção a Massa Bruta, que contraiu os músculos da face e tentou desvencilhar-se dos tentáculos que o prendiam ao planador a mais de cinquenta metros de altura. Tatu-Bola cobriu a distância do ponto em que Taco de Baseball golpeou-o até Massa Bruta em uma fração de um segundo. A colisão dele contra Massa Bruta produziu uma onda de energia devastadora, que abriu uma cratera no chão abaixo deles e reduziu prédios a estilhaços. E ergueu-se nuvem de pó e detritos. Prédios, em toda a cidade de São Paulo, vibraram com tremores; alguns foram seriamente danificados. Dissipada a nuvem, pôde-se ver, elevando-se no céu, o planador azul prateado indo em direção ao prédio em que se encontrava Taco de Baseball. Sobre o planador, um corpo disforme, de homem, estirado de barriga para baixo, braços e pernas manietados. Era Massa Bruta, cujas dimensões haviam se reduzido à metade. Estava desacordado; conservava o seu aspecto grotesco. De sob os destroços emergiu Tatu-Bola, reconstituído às suas dimensões originais. E Taco de Baseball subiu ao planador, averiguou o estado de Massa Bruta, e rumou até Tatu-Bola. Uma saliência em forma de argola destacou-se da face inferior do planador, conservando-se nele presa. E Tatu-Bola pulou, e segurou-a. E elevou-se no céu o planador, em cuja face superior estavam Tatu-Bola, Taco de Baseball e Massa Bruta. À altura de três mil metros, desapareceram o planador e os seus passageiros num clarão enceguecedor.

E muitas pessoas aventaram hipóteses para explicar o ocorrido:

– Eles entraram em uma dobra espacial.

– Eles viajaram, através do tempo, para o futuro.

– Eles teletransportaram-se.

– Teletransportaram-se para outra dimensão.

– Eles se invisibilizaram, e rumaram para algum lugar de São Paulo.

E perguntavam, em todo o mundo:

– Quem são aquelas três criaturas?

– Quem é Tatu-Bola?

– Quem é Taco de Baseball?

– Quem é Massa Bruta?

– Por que Massa Bruta queria destruir a cidade de São Paulo?

*

Os bombeiros contiveram as chamas que crepitavam em vários pontos da cidade de São Paulo.

A polícia, com o apoio irrestrito da população, reconquistou os bairros horas antes conquistados pelos criminosos.

Os serviços de demolição e limpeza principiaram a limpar as ruas devastadas durante o embate entre Tatu-Bola, Taco de Baseball e Massa Bruta. Removeram entulhos, ferros retorcidos, veículos carbonizados. A reconstrução das áreas mais afetadas estender-se-ia por meses. E muitos corpos foram encaminhados às salas de autópsias, e aos necrotérios, e aos velórios, e aos cemitérios. E os feridos, milhares, receberam os cuidados médicos, alguns recompuseram-se, outros, às portas da morte, foram internados em UTIs.

*

No prédio da emissora de televisão C* conferenciavam Carlos Roberto, o editor, e Larissa, Carla e Rodolfo quando adentraram à sala Olavo e Paulo, ambos esbaforidos, e olhares indagadores convergiram para eles.

– Onde vocês se meteram? – perguntou-lhes, disparando-lhes a pergunta, Carlos Roberto. – Que diabos! Onde vocês estavam?

– Fomos registrar, no hospital J*, o atendimento aos feridos, e na rua D* e B*, o pandemônio.

– Muito conveniente o desaparecimento de vocês – observou Rodolfo. – Vocês desapareceram logo após o aparecimento do Massa Bruta.

– E daí? – perguntou Olavo, intrigado.

– Aonde você quer chegar? – indagou Paulo.

– Qual de vocês é o Taco de Baseball e qual de vocês é o Tatu-Bola? – perguntou-lhes, sério, Rodolfo.

– O quê? – perguntaram Olavo e Paulo, simultaneamente.

– Muito suspeito sumiço de vocês dois – comentou Carla.

– Vocês lêem muito gibi em quadrinhos de super-heróis – comentou Olavo. – Só porque não estávamos onde os heróis estavam, somos eles? Que ridículo.

– O Olavo tem razão – secundou-o Paulo. – O que vocês disseram é ridículo.

*

No Corpo de bombeiros, chegaram Paulo Cearense e Ricardo, e para eles muitos olhares reprovadores convergiram. Paulo Cearense e Ricardo justificaram a ausência, e relataram o que lhes sucedeu durante o dia.

*

Na delegacia de polícia, na sala de reuniões, os policiais Vasconcelos e Duarte justificaram a ausência, disseram ao capitão Mascarenhas porque haviam se retirado sem avisá-lo; na turbamulta reinante, decidiram atender a chamados de socorro. Todas as suas explicações foram acolhidas.

*

Perguntaram-se, neste dia e nos dias que se seguiram, pessoas em todo o mundo:

– Quem é o Tatu-Bola?

– Quem é o Taco de Baseball?

*

E a cidade de São Paulo retornou à normalidade… à normalidade da cidade de São Paulo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Polifonia Literária

Um espaço voltado para o desenvolvimento criativo de textos literários.

divinoleitao.in

Rede pessoal de Divino Leitão.

Reflexões para os dias finais

Pensamentos, reflexões, observações sobre o mundo e o tempo.

PERSPECTIVA ONLINE

"LA PERSPECTIVA, SI ES REAL, EXIGE LA MULTIPLICIDAD" (JULIÁN MARÍAS)

Pensei e escrevi aqui

— Porque nós somos aleatórias —

On fairy-stories

Fantasia, Faërie e J.R.R. Tolkien

DIÁRIO DE UM LINGUISTA

Um blog sobre língua e outros assuntos

Brasil de Longe

O Brasil visto do exterior

Cultus Deorum Brasil

Tudo sobre o Cultus Deorum Romanorum, a Antiga Religião Tradicional Romana.

Carlos Eduardo Novaes

Crônicas e outras literatices

Coquetel Kuleshov

um site sobre cinema, cinema e, talvez, tv

Leituras do Ano

E o que elas me fazem pensar.

Leonardo Faccioni | Libertas virorum fortium pectora acuit

Arca de considerações epistemológicas e ponderações quotidianas sob o prisma das liberdades tradicionais, em busca de ordem, verdade e justiça.

Admirável Leitura

Ler torna a vida bela

LER É UM VÍCIO

PARA QUEM É VICIADO EM LEITURA

Por Yla Meu Blog

Escritora ○ Poetisa ○ Romancista ○ Lírica

Velho General

História Militar, Geopolítica, Defesa e Segurança

Espiritualidade Ortodoxa

Espiritualidade Ortodoxa

Entre Dois Mundos

Página dedicada ao livro Entre Dois Mundos.

Olhares do Mundo

Este blog publica reportagens produzidas por alunos de Jornalismo da Universidade Mackenzie para a disciplina "Jornalismo e a Política Internacional".

Bios Theoretikos

Rascunho de uma vida intelectual

O Recanto de Richard Foxe

Ciência, esoterismo, religião e história sem dogmas e sem censuras.

.

.

Prosas e Cafés

(...) tudo bem acordar, escovar os dentes, tomar um café e continuar - Caio Fernando Abreu

OLAVO PASCUCCI

O pensamento vivo e pulsante de Olavo Pascucci

Clássicos Traduzidos

Em busca das melhores traduções dos clássicos da literatura

Ensaios e Notas

artes, humanidades e ciências sociais

Minhas traduções poéticas

Site de tradução de poesias e de letras de música

Além do Roteiro

Confira o podcast Além do Roteiro no Spotify!

Farofa Filosófica

Ciências Humanas em debate: conteúdo para descascar abacaxis...

Humanidade em Cena

Reflexões sobre a vida a partir do cinema e do entretenimento em geral

resistenciaantisocialismo

Na luta contra o câncer da civilização!

História e crítica cultural

"Cada momento, vivido à vista de Deus, pode trazer uma decisão inesperada" (Dietrich Bonhoeffer)

Devaneios Irrelevantes

Reflexões desimportantes de mais um na multidão com tempo livre e sensações estranhas

Enlaces Literários

Onde um conto sempre puxa o outro!

Ventilador de Verdades

O ventilador sopra as verdades que você tem medo de sentir.

%d blogueiros gostam disto: